domingo, 13 de junho de 2010

Porque os produtos da Apple são caros?

Por muito tempo sempre me perguntei porque os produtos da Apple são tão caros, sendo que existem muitos produtos similares no mercado a preços bem mais acessíveis. A primeira impressão que passa é que pagamos mais caro principalmente pela marca (como acontece com produtos de diversas marcas não só de tecnologia), porém lendo um pouco sobre a história da empresa e de seus fundadores, ficou bem claro para mim que existem muitos fatores envolvidos nisso além do valor agregado pela marca.

Steve Jobs, principal fundador da Apple e atualmente CEO da mesma, é um homem extremamente perfeccionista e minimalista. As vezes pequenos detalhes que podem passar despercebidos para muitas pessoas, para ele são fatores muito importantes para os quais demanda muita atenção. Essa sua caracteristica impacta fortemente no processo criativo na Apple. 

Indepedente da hierarquia organizacional da Apple, praticamente todas as decisões importantes da empresa passam por ele, desde a recrutação de profissionais à aprovação de protótipos de novos produtos. Para  que o estilo da empresa seja a sua imagem e semelhança, Steve Jobs faz questão de ser presente no processo criativo, dando desde sugestões de design e materiais para composição dos produtos,  até a detalhes pequenos como a disposição exata de botões na tela e a otimização do número máximo de telas navegadas em um sistema para fazer qualquer uma das suas funcionalidades de forma mais rápida e prática. 

O objetivo principal de todo esse detalhismo é proporcionar ao usuário uma experiência única com os produtos. Para se ter uma idéia, até hoje Steve faz questão de projetar as caixas dos produtos da Apple! Isso pode parecer um exagero para muitos, mas ele acredita que a primeira experiência do usuário com um produto é fundamental, e para isso as caixas são sempre projetadas por ele de forma a deixar claro para os consumidores a forma como os produtos funcionam e devem ser montados ao decorrer que ele vai sendo desembalado.

Para quem tiver interesse em conhecer mais sobre a Apple e a figura excêntrica de seu principal idealizador, recomendo a leitura do livro "A Cabeça de Steve Jobs" e do vasto conteúdo do site AllAboutSteveJobs.com.

Assim como ficou claro pra mim, acredito que também ficará claro para vocês que um processo de criação que envolve profissionais escolhidos a dedo, utilizando de alguns materiais e técnicas inovadoras incomuns a outras empresas e tendo preocupações absurdamente detalhistas com a aparência e facilidade de uso de forma a enriquecer a experiência do usuário, não poderia realmente gerar produtos que não fossem elitizados. Claro que os pensamentos polêmicos de Steve Jobs e o reflexo dos mesmos sobre as atitudes da Apple não são unanimidade, mas com os produtos da empresa estourando em vendas atualmente e o  seu valor de mercado tendo surpriendentemente superado ao da Microsoft após ter praticamente falido a pouco mais de 10 anos quando Jobs estava afastado da empresa, é inegável admitir que o cara é fera e que é o principal responsável pela volta por cima da Apple.