sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Nanorádio é criado por cientistas americanos

Por Lucas Vegi - Cientistas da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign (EUA), desenvolveram um nanorádio para provar a eficiência de dispositivos baseados exclusivamente em nanotubos de carbono.

Até pouco tempo atrás, era inviável a produção de dispositivos utilizando a tecnologia dos nanotubos de carbono individuais, pois até então, não havia sido desenvolvido um método capaz de produzir tais componentes com a uniformidade necessária para sua utilização, porém a partir dos estudos desses cientistas americanos, tal uniformidade se tornou possível.

Os nanotubos de carbono são muito mais eficientes que os materiais de silício utilizados em dispositivos eletrônicos atualmente, além deles possuírem tamanhos bem menores(feitos em escala da bilionésima parte do metro), eles transmitem sinais em velocidades muito superiores.

O nanorádio foi criado a partir de nanotransistores que fazem a função de todos os componentes de um rádio normal: antena ressonante, amplificadores de radiofreqüência, misturadores de sinais e amplificadores de áudio.

Nos testes realizados com o nanorádio, ele foi capaz de captar os sinais de rádios locais e até mesmo reproduzir músicas transmitidas a partir de um ipod ligado a um transmissor. Entenda melhor assistindo o vídeo abaixo:



A partir dessa experiência, um amplo leque de opções para a criação de novos dispositivos eletrônicos menores e mais eficientes que os atuais se abriu, pois os nanotubos de carbono podem futuramente serem utilizados na produção de aparelhos celulares ainda menores que os atuais, na criação de processadores mais rápidos e em vários outros periféricos.

Leia mais:
http://www.agencia.fapesp.br/boletim_dentro.php?id=8349




Compare Preços de: notebooks, mp3/mp4, pcs, monitores, videogames, celulares, câmeras digitais no Buscapé e Bondfaro.


Nenhum comentário: