sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Planilha para Controle de Gastos Pessoais nas nuvens

Você tem costume de controlar seus gastos e rendimentos ao decorrer dos meses para saber com o que você mais gasta e de onde vem suas maiores fontes de renda? Acredito que a grande maioria dos leitores responderia não. Até pouco tempo eu também não tinha costume de fazer isso, porém esse ano me vi obrigado a fazer esse tipo de controle.

Pelo fato de estar morando fora de casa por conta do mestrado e ter que pagar minhas contas sozinho, acabei sentindo a necessidade de administrar melhor meu dinheiro para saber onde eu estava gastando mais e consequentemente onde eu poderia economizar mais para então conseguir guardar um pouquinho de dinheiro no final do mês. É impressionante como dinheiro "cria perna" quando não ficamos de olho nele...=)

Quando resolvi que passaria a controlar se possível cada centavo que eu estava gastando ou ganhando para visualizar melhor esses fluxos, dei uma pesquisada no Google e achei uma excelente planilha que faz exatamente tudo que eu precisava. Ela é de autoria de Antônio Celso e pode ser baixada clicando aqui.

Com o passar dos meses, comecei a sentir falta de mobilidade nessa planilha. Tenho costume de usar muitos computadores diferentes (Notebook, Desktop, PC da universidade... etc) e por muitas vezes tive necessidade de acessar alguma informação nessa planilha e fiquei impossibilitado. Com certeza eu tinha algumas possibilidades para resolver esse problema, como manter uma cópia dela no meu pendrive por exemplo. No entanto não me agradava muito essa idéia porque para o pendrive dar um problema de uma hora pra outra e me deixar na mão pouco custava, além de que a sincronia do arquivo do pendrive com os dos outros computadores poderia ficar comprometida devido a um esquecimento meu (o que com certeza aconteceria dada a minha memória!).

Após pensar um pouco a respeito, "achei" a solução dos meus problemas, exportar a planilha para o Google Docs certo?! Mais ou menos... Pelo fato da planilha conter muitos gráficos e fórmulas, a exportação ficou longe de ser perfeita, porém não me dei por vencido e tive uma trabalheira danada para adaptá-la no Docs até ficar igual a versão .xls.

Um exemplo dessa planilha adaptada corretamente pode ser visto logo abaixo:



Nesse exemplo inclui alguns valores fictícos somente para demonstrar o funcionamento dos gráficos gerados automaticamente. Uma versão da planilha totalmente zerada pode ser acessada nesse link. Como não deixei permissão de alteração nessa planilha para evitar bagunça, é necessário fazer uma cópia da mesma direto no Google Docs para utilizá-la. Para isso siga os passos da imagem abaixo:


Em caso de dúvidas e/ou sugestões, fiquem a vontade para comentar.

2 comentários:

Rodrigo Vilela disse...

Legal! Vou tentar usa-lá, obrigado!

Rodrigo Vilela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.