quinta-feira, 3 de abril de 2008

A década do MP3 Player


por Raphael Monteiro - Segundo alguns sites de busca, a história do mp3 como formato e como aparelho é um dos temas mais buscados na internet, e na comemoração de 10 anos deste aparelho e 20 anos do formato, o mr.BIN vem contar um pouco da história deste tipo de arquivo que revolucionou a indústria fonográfica junto ao advento da internet.

MP3 é um formato eletrônico que permite ouvir músicas em computadores, com ótima qualidade. A questão chave para entender todo o sucesso do MP3 se baseia no fato de que, antes dele ser desenvolvido, uma música no computador era armazenada no formato WAV, que era o formato padrão para arquivo de som em PCs, chegando a ocupar dezenas de megabytes em disco. Na média, um minuto de música corresponde a 10 MB para uma gravação de som de 16 bits estéreo com 44.1 KHz, o que resulta numa grande complicação a distribuição de músicas por computadores, principalmente pela internet. Com o surgimento do MP3 essa história mudou, pois o formato permite armazenar músicas no computador sem ocupar muito espaço e sem tirar a qualidade sonora das canções. Geralmente, 1 minuto de música, corresponde a cerca de 1 MB em MP3.

Em 1987, o IIS (Institut Integrierte Schaltungen), na Alemanha, juntamente com a Universidade de Erlangen, começou a trabalhar numa codificação perceptual de áudio para Digital Audio Broadcasting (Transmissão Digital de Áudio). Todo o trabalho resultou num algoritmo de compressão de áudio chamado MPEG Audio Layer-3, que tempos depois ficou conhecido como MP3. Um dos objetivos da criação deste formato era conseguir reproduzir som com qualidade de CD com uma taxa de compressão razoável. O MP3 conseguiu abaixar essa taxa para 128 e 112 KB/s. E mesmo assim a qualidade sonora foi mantida quase que totalmente. Isto foi possível graças às técnicas de codificação perceptual, que não é uma simples compressão de dados, mas sim, um método que consiste em somente utilizar as freqüências sonoras que são captadas pelo ouvido humano. Uma vez que um padrão de freqüência tenha sido definido para a audição humana, as demais freqüências (que não são captadas pelo homem) podem ser descartadas, já que não há razão para gastar espaço ao armazenar esses dados.

Após o enorme sucesso do formato nos computadores, surgia há dez anos o primeiro MP3 Player portátil do mundo, de acordo com o site “The Register”. De fabricação coreana, o MPMan tinha memória flash de 32 MB (suficiente para cerca de oito músicas) e um pequeno visor LCD com informações básicas sobre a faixa em execução. O aparelho revolucionário foi apresentado como protótipo na feira alemã de tecnologia Cebit em 1998. Em maio do mesmo ano ele começou a ser produzido em larga escala para o lançamento nos Estados Unidos e na Europa. Com 16,5 cm de altura o MPMan era fabricado pela Saehan Information Systems e custava US$ 250, mas passou a ser vendido por US$ 200 no ano seguinte para concorrer com o Rio PMP300. O rival também tinha 32 MB de memória, mas contava com entradas para aumentar sua capacidade.

Veja mais em:
http://www.mpmaneurope.com/


Compare Preços de: notebooks, mp3/mp4, pcs, monitores, videogames, celulares, câmeras digitais no Buscapé e Bondfaro.

Nenhum comentário: